fbpx
São Paulo, Jundiai, Campinas e Sorocaba
(11) 3136-0723 / (19) 2660-0705 / (15) 3042-0000
contato@techhelp.com.br

Antivírus Gratuito: 5 motivos para não usar

Quando o termo “grátis” está envolvido abrimos um sorriso, não é mesmo? Quem não quer algo free, na faixa, 0800? Porém, em se tratando de segurança, pode não ser tão bom assim. E com o antivírus gratuito não seria diferente.


Apesar de ser uma solução recomendada, em muito dos casos para uso residencial, várias empresas optam por utilizá-la também. E é aí que mora o perigo. Quer entender o por quê? Separamos 5 motivos para não utilizar um antivírus grátis no ambiente corporativo. Continue lendo e veja se optar por não usa-lo é uma boa escolha para a sua empresa.

1. Gastos com manutenção

Uma vez que ao utilizar um antivírus grátis os usuários estão menos protegidos, esses costumam gastar mais com assistência técnica e de T.I. E quando são empresas, esse custo pode ser maior ainda, por envolver mais máquinas e também informações importantes. Ou seja, a empresa ao tentar economizar, poderá estar gastando bem mais, além de colocar em risco suas informações sensíveis, como dados de clientes, contas bancárias e outros dados sigilosos.

2. Antivírus gratuito = segurança mínima

Os antivírus gratuitos oferecem proteção ao usuário? Sim. Antes ter um antivírus instalado, do que não ter segurança alguma. Contudo, a mesma fabricante do software de antivírus gratuito também oferta soluções pagas. Ou seja, para a versão de graça o nível de proteção será o menor possível. Até porque ninguém cobraria para oferecer exatamente o que já disponibiliza de forma gratuita, não é mesmo?



Além disso, a mesma lógica pode ser usada quando se refere à detecção. Visto que os antivírus grátis normalmente pesquisam pelos arquivos e os comparam com um banco de dados que contêm referências de Malwares já conhecidos. Em contrapartida, a aplicação paga, consegue detectar ameaças a partir de comportamentos e características em comum com as mesmas.

De forma mais simples e clara, seria como se a solução gratuita fosse um policial que busca pelo criminoso por meio de um retrato falado, ele só vai agir após de ter visto o suspeito. E no caso do antivírus pago, ele seria um investigador. Quer dizer, mesmo sem ter um nome ou perfil, ele vai investigar com base em análises comportamentais e pistas para então chegar até o criminoso.

3. Anúncios

Você já baixou um antivírus ou algum aplicativo, e veio aquele tanto de anúncios, que você precisa clicar para fechá-los e aí sim conseguir utilizar a ferramenta? Pois é, muitos dos antivírus gratuitos exibem esses anúncios após serem instalados.


Melhor dizendo, você acaba tendo uma inconveniência maior ainda do que teria com os vírus que deseja evitar. Isso explica o porque muitas vezes os aplicativos desenvolvidos para utilização de forma gratuita têm pouca tecnologia, já que sua função é muito mais vender – por meio de anúncios – do que realmente proteger.

4. E o suporte?

Ter um bom antivírus não se trata apenas de ter um software em sua máquina que vai protege-lo e manter suas informações seguras. Envolve também a assistência e suporte prestados pela empresa desenvolvedora. Seja suporte em casos de ameaças desconhecidas, problemas de configuração, dentre outros. Em suma, isso não ocorre com aplicações gratuitas.

5. Gastos a mais com o antivírus gratuito

Quanto ao Scan em computadores, diversos antivírus gratuitos conseguem desempenhar um bom trabalho. Porém, quando precisam lidar com alguns tipos de ameaças, esses softwares solicitam a compra tanto de licenças temporárias como também para que algumas funções sejam habilitadas. Assim, é como se você comprasse a licença de um antivírus pago, mas por partes. Dessa forma, o custo será maior para ter um antivírus completo, caso um dia queira adquiri-lo.

Conclusão

Quando você possui uma empresa, os investimentos em antivírus pagos não são tão altos. Uma vez que você estará economizando com:

  • Pausas/interrupções durante o trabalho;
  • Assistência técnica e suporte da T.I.;
  • Baixa produtividade;
  • Gastos com aplicações temporárias.

Sem contar que você terá certeza que as informações da sua empresa estão seguras de possíveis ameaças. Principalmente se são realizadas transações online, compras com cartão de crédito e acesso ao Internet Banking. Isto é, se você julgar necessário tomar essas medidas de segurança, talvez seja melhor considerar a opção de contratar um antivírus corporativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Entre em contato pelo Whats